Mulher de 77 anos que assinou termo recusando vacina morre de Covid no Rio Grande do Sul

Com informações de Folha de São Paulo e IstoÉ

Uma mulher de 77 anos que assinou um termo de recusa de vacina contra a Covid-19 morreu em decorrência da doença, no último domingo (23), em Esperança do Sul, no Rio Grande do Sul. As informações são da Folha.

O caso foi divulgado no Facebook da prefeitura da cidade, que publicou uma nota dizendo que a mulher, que não teve seu nome divulgado, “optou por não ser imunizada, através da assinatura de um termo de recusa, medida sugerida pela Coordenadoria Regional de Saúde”.

Na publicação, a prefeitura reitera que as vacinas não protegem 100% a pessoa vacinada de se contaminar, “porém previnem que a doença evolua para os casos mais graves, onde exigem internações e que podem levar ao óbito”.

Junto da nota, a prefeitura de Esperança do Sul também publicou uma imagem do termo de recusa, com campos para que a pessoa que não deseje tomar a vacina preencha com nome, número do CPF e assinatura, e que diz: “(…) me recuso a receber a dose da vacina COVID 19 recomendada pelo Ministério da Saúde e me responsabilizo por quaisquer eventos que ocorram em decorrência dessa ação”.

Junto da nota, a prefeitura de Esperança do Sul também publicou uma imagem do termo de recusa, com campos para que a pessoa que não deseje tomar a vacina preencha com nome, número do CPF e assinatura, e que diz: “(…) me recuso a receber a dose da vacina COVID 19 recomendada pelo Ministério da Saúde e me responsabilizo por quaisquer eventos que ocorram em decorrência dessa ação”.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *