Pedro Gomes: Em sessão vereadores debatem melhorias para a cidade e Vereador Jairo ataca o Prefeito sem provas.

Em sessão realizada nesta segunda-feira (26), os vereadores do município de Pedro Gomes trouxeram a público as reivindicações feitas pela população aos parlamentares no decorrer da semana. Temas como aquisição de equipamentos para a saúde, manutenção de vias e agradecimentos ao trabalho desenvolvido pelo executivo municipal no atendimento as solicitações do legislativo municipal.

O Vereador Adaídes Francisco de Morais, o Lobinho (DEM), apresentou indicação solicitando ao Deputado Estadual Barbosinha (DEM) recursos para a aquisição de equipamentos para a unidade de saúde do Bairro Santo Antônio e também solicitou para a Secretaria Municipal de Saúde, Sandra Teresa Bedin Garcia a realização de processo seletivo para a contratação de um profissional Oftalmologista para atender a rede pública de saúde municipal.

O Vereador Marquinhos (DEM) solicitou via indicação a Deputada Federal licenciada e atual Ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Tereza Cristina, a liberação de recursos para a construção de uma ponte de concreto, na estrada de acesso ao frigorífico e demais propriedades da região.

O Vereador Paulo Marcos de Goes, o Chiquinho da Vila (PDT), defendeu o município ao rebater as criticas do Vereador Jairo dos Santos (PATRI), que mais uma vez levantou discurso contra a cidade de Pedro Gomes dizendo que a situação do município é suja, mesmo as equipes estando ativamente nas ruas trabalhando em prol da limpeza pública, conforme lembrou o Vereador Chiquinho.

O Vereador Chiquinho da Vila ainda ressaltou que, todas as vezes em que solicitou algo para o executivo de Pedro Gomes, foi atendido prontamente pela equipe do Prefeito William Luiz Fontoura (DEM).

O Vereador Jairo dos Santos (PATRI) atacou o Prefeito William Fontoura, alegando que o chefe do executivo municipal estaria coagindo a população, sem comprovar ou especificar como e quando essas atitudes estariam acontecendo, apenas disse em tom ameaçador.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *